segunda-feira, 18 de junho de 2012

Pra sonhar;








"Cataloguei minhas mágoas, ressentimentos de estimação, 
rasguei os retratos da minha decepção. O amor chegou, era preciso limpar a casa. 
Veio decidido mudando tudo de lugar,
 aspirando a poeira do tempo, abriu as janelas da alma para o sol entrar, invadiu meu mundo, fez dos seus braços minha morada, do seu sorriso minha estrada, ensinou meu coração a dançar."

(Renata Fagundes)

.

*Ao som de Pra Sonhar, do Marcelo Jeneci.

Nenhum comentário:

Postar um comentário