quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Somos nós quem fazemos a vida, como der, ou puder, ou quiser;

Fui juntando as metades de tudo que sabia do mundo.
Fui recolhendo alegrias, dores, vivências, amores passados, amores presentes.
Fui destelhando sonhos, abrindo passagens, descobrindo liberdades.
Num mundo onde tantos fogem da luta aterrorizante de se encontrar cara a cara com a própria verdade, fui andando a passos firmes com direção a peleja.

Mas fui de armadura: coragem e amor de sobra pra tentar de novo (e de novo)
essa guerra não me pega.

Lirian

.

(Título do texto: Gonzaguinha)

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário