quarta-feira, 31 de agosto de 2011

"A regra é simples, como nos livros de matemática da infância:
você pertence ou não pertence.
É ciência."



(Eduardo Baszczyn)

.


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Monster;

Foi sobrevivendo à agostos terríveis
que cheguei dançando à doces setembros...
Pareço-me com uma monstrinha incrustada em toda sua complexidade feminina,
mas sou deliciosamente simples.
Pode apostar.


Lirian

.


E quando você chegar;

Sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão.
Ei! Grita meu nome e diga: "eu odeio quando você me faz esperar".
Me conforta num abraço fraternal, um tanto quanto apertado, mas eu não reclamo.
Me sinto bem até.
Você se encaixa na minha existência (você sempre soube disso, sei que soube),
afinal é pra isso que o amor da sua vida aparece coincidentemente na sua vida,
 como aquele temporal que te pega no meio do dia, sem guarda-chuva, sem proteção.
E te molha de amor dos pés a cabeça.
Foi me achando na tua presença que aprendi,
que sem ti, sentir é tão útil quanto ter uma bússola sem norte.
E isso é realmente triste quando se esta perdido.

 
E justo na minha vida (torta, perdida e bagunçada),
você me sorriu, como uma boa notícia no jornal das seis.


Com amor, Lirian.

domingo, 28 de agosto de 2011

Bonitinho é o seu passado, meu amigo.

 Um dia a gente aprende a conviver com uns…                                      E a sobreviver sem outros.                                Caio F. Abreu


"Ficar bonitinha, muitas conseguem, mas ter algo é para poucas."



(Martha Medeiros)

.


Superação;


"O que não me faz bem, não me faz falta."



(Clarice Lispector)

.





Ma belle;



Tenho em mim um amor incondicional.
Um amor-bicho, amor-felino, amor-materno.
Pela minha bola de pelo companheira de todas as manhãs mornas,
as tardes preguiçosas e noites de calor.
Se perguntarem como sou, digo com muita naturalidade:
sou uma mamãe-gato.

(Para a minha filha-gata de 7 anos, Belinha)

.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

"Tenho uma coisa apertada aqui no meu peito, um sufoco,
uma sede, um peso, não me venha com essas história de atraiçoamos-todos-os-nossos-ideais,
 nunca tive porra de ideal nenhum, só queria era salvar a minha, ,
veja só que coisa mais individualista elitista, capitalista,
só queria ser feliz, cara. "




(Caio Fernando Abreu)
 
.

"Tento me concentrar numa daquelas sensações antigas como alegria ou fé ou esperança.
Mas só fico aqui parado, sem sentir nada, sem pedir nada, sem querer nada."

(Caio Fernando Abreu)

.


terça-feira, 23 de agosto de 2011

Laços;

"Eles sabem que a vida ata os laços só pra quem oferece os pulsos."



(Gabito Nunes)
 
.

Amor, amar, re-amar,remar;

"Que corajosos somos nós que, apesar de um medo tão justificado,
amamos outra vez e todas as vezes que o amor nos chama,
fingindo um pouco de resistência mas sabendo que para
sempre é impossível recusá-lo..."


 

(Martha Medeiros)

.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Eu acredito até o fim;

"Eu sei que vou. Insisto na caminhada.
O que não dá é pra ficar parado.
Se amanhã o que eu sonhei não for bem aquilo, eu tiro um arco-íris da cartola.
E refaço. Colo. Pinto e bordo.
Porque a força de dentro é maior.
Maior que todo mal que existe no mundo.
Maior que todos os ventos contrários.
É maior porque é do bem.
E nisso, sim, acredito até o fim.
O destino da felicidade, me foi traçado no berço"



Caio Fernando de Abreu

.




terça-feira, 16 de agosto de 2011

Lembre da nossa música;

Dizem que o sofrimento nos ajuda a crescer, evoluir, dar valor.
Mas em momento algum deixa de ser sofrimento.
Eu queria pular esses capítulos da minha vda e ir direto para o 'e foram felizes para sempre'.

Lirian

.


O passado do que não aconteceu;

Nunca fui teimosa.
Muito pelo contrário, desisto muito fácil,
sem lá no fundo me dar completamente por vencida.
Tenho sentimentos teimosos por natureza.
Não sou teimosa, mas esperançosa, e sei que não sou a única capaz de sofrer por vontades que sequer atravessaram o prisma da minha cabeça.
 Acho que é natural de todo ser humano.
 Sonhamos.
Desbotamos juras de amor que nunca aconteceram,
amamos olhos, bocas e mãos que mal nos tocaram,
sentimos saudade de tudo, sem que nada tenha acontecido.
E quando o sonho, por desilusão ou muita ilusão, se desfaz diante de todos nossos sentidos?
Dilacerados, voltamos ao ponto inicial, lutando de um modo inumano pra seguir em frente.
Esperando o sol iluminar uma nova vontade de amor...


Lirian

.


domingo, 14 de agosto de 2011

Para o meu amigo incondicional;

Não há, nem nunca haverá, amor maior daquele que morre em favor de alguém.
Ser pai é isso.
Quando se é eleito pra esse cargo não remunerado,
trabalho integral e eterno, morre o filho de, para nascer o pai de.
E como diz a letra da música, eu não quero
 e não vou ficar muda pra falar de amor com você:
Eu te amo.

.

E pra comemorar, uma das suas músicas favoritas:

I've lived a life that's full
I traveled each and every highway
And more, much more than this
I did it my way



(My Way)

.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Uma pilha de latas;

"(...) Talvez um dia eu seja uma pessoa mais equilibrada.
Dessas que não se abalam tanto com os problemas. Que sabem administrar com inteligência a maioria das situações.
 Mas, por enquanto, confesso que não consigo.
 Basta uma coisa dar errado para estragar todas as outras. Um desequilíbrio literal. Imagino meu humor como uma pilha de... latas em um corredor de supermercado. Estão todas lá: umas em cima das outras.
Organizadas. Alinhadas. Aí vem uma criança teimosa e tira uma das latas de baixo.
A do meio!
E, em dois segundos, está tudo no chão.
Era impossível que continuassem de pé sem aquela lata.
Ando meio triste.
Uma criança teimosa passou por aqui um dia desses e levou o que queria.
Tirou uma lata e foi embora. Sei que vou ficar bem.
No fim, as coisas sempre se ajeitam. Mas dá um trabalho organizar tudo de novo!
Ter de pegar lata por lata e empilhar outra vez... Uma a uma. Bem devagar.
 Até achar o tal do equilíbrio."


(Eduardo Baszczyn)

.

Sendo só pra mim sim;

"E o que é nosso não nasceu pra ser de mais ninguém.
A gente sabe pela diferença do gosto do beijo, a sinceridade do olhar,
 a vontade desenfreada de ligar o seu destino ao meu.
Amanheço, amadureço bem devagar e cada vez mais doce."

Lirian

.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Eu; você e o mapa múndi;

"Descreva pra mim sua latitude
Que eu tento te achar no mapa-múndi
Ponha um pouco de delicadeza
No que escrever e onde quer que me esqueças
E eu te pergunto o que será do nosso amor?"

(Música Mapa Múndi, de Thiago Pethit)

.





quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Eu quero alguém que não tenha medo de ficar;

"Eu quero andar de mãos dadas com quem sabe que entrelaçar os dedos é mais do que um simples ato que mantém mãos unidas.
É uma forma de trocar energia, de dizer:
 - Você não se enganou, eu estou aqui.
Porque por mais que os obstáculos nos desafiem,
o que realmente permanece costuma vir de quem não tem medo de ficar."


 
(Fernanda Gaona)

.


sexta-feira, 5 de agosto de 2011

‎"O coração da mulher é um labirinto de sutilezas que desafia a mente grosseira do homem trapaceiro. Para realmente possuir uma mulher,
 é preciso pensar como ela, e a primeira coisa a fazer é ganhar a sua alma.
O resto, o doce e fofo embrulho que nos faz perder os sentidos e a virtude, vem por acréscimo."



(Carlos Ruiz Zafón, em: A Sombra do Vento)

.




quarta-feira, 3 de agosto de 2011

So bad;

"E eu estou cansada de tanto acumular funções, deveres, amores não-correspondidos..."


Lirian



.