segunda-feira, 9 de maio de 2011

Deve haver um cais, um porto, um alguém lá fora;


Quando tá escuro
E ninguém te ouve
Quando chega a noite
E você pode chorar

Há uma luz no túnel
Dos desesperados
Há um cais de porto
Pra quem precisa chegar

Eu tô na lanterna dos afogados
Eu tô te esperando
Vê se não vai demorar...

(Herbert Viana)
 
.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário