quinta-feira, 17 de março de 2011

Tenho fases, como a lua;

Gente, preciso me confessar e acho que não tem lugar melhor pra isso
do que o Céu Amora.
Sabe quando a gente passa por aquelas fases em que tudo é cinza,
você chora à toa, faz careta pra criança feliz, xinga a pedra em que tropeçou e exclama:
 "Isso só acontece comigo",
porque você está na chuva e aquele foi o único dia em que você se atrasou e saiu sem guarda-chuva?
Pois é.
 Tive minha fase "Por que, meu Deus, Por quê?"
Tinha decidido excluir o blog e deixar de escrever.

(...)

Mas acho que estaria traindo o verdadeiro objetivo do Céu Amora:
dizer coisas verdadeiras, macias e sentimentais e mostrar aos outros que não estão sós.
Citando lindamente Tati Bernardi:
"Publicar um texto é um jeito educado de dizer:
Me empresta seu peito porque a dor não tá cabendo só no meu."
E não poderia abandonar os novos seguidores (sejam bem vindos, queridos).
Meu confessionário é de vocês também.

Um beijo, Lirian.

Nenhum comentário:

Postar um comentário