quinta-feira, 10 de março de 2011

“Eu penso conforme o tempo,
eu danço conforme o passo,
eu passo conforme o espaço.
Eu amo conforme a fome,
eu como conforme a cama.
Eu sinto conforme o mundo,
mas no fundo eu não me conformo.”



Martha Medeiros
 
.
 

Um comentário: