segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

"Às vezes te odeio por quase um segundo... depois te amo mais..."

(Cazuza)
 
.

Um comentário: