domingo, 28 de novembro de 2010

Menina mulher;


"Se me perguntassem o que sou, eu diria: Impulsiva.
Não sou indiferente a nada, tudo me toca.
Só consigo agir a partir de alguma emoção.
Se eu parar pra pensar... Eu paro e não ajo.
 Ação pra mim tem que ser no calor do momento.
 Com a pele arrepiada e a voz sobressaltada.
Planejar é algo muito matemático para quem acredita na influência dos ventos e dos corações.
E como diria Martha Medeiros
Não tem nada a ver, com gostar ou não de mim.
Me aceito impura, me gosto com pecados, e há muito já me perdoei."



(Rosa Maria)
 
.



Nenhum comentário:

Postar um comentário