sábado, 18 de setembro de 2010

Pessoas que nos devolvem;

"Algumas pessoas se destacam para nós (...)
 Não importa quando as encontramos no nosso caminho.
Parece que estão na nossa vida desde sempre e que mesmo depois dela permanecerão conosco.
É tão rico compartilhar a jornada com elas que nos surpreende lembrar de que houve um tempo em que ainda não sabíamos que existiam.
É até possível que tenhamos sentido saudade mesmo antes de conhecê-las.
 O que sentimos vibra além dos papéis, das afinidades, da roupa de gente que usam.
Transcende a forma.
Remete à essência.
Toca o que a gente não vê. O que não passa.
O que é (...)
 Com elas, o coração da gente descansa.
Nós nos sentimos em casa, descalços, vestidos de nós mesmos.
O afeto flui com facilidade rara. Somos aceitos, amados, bem-vindos, quando o tempo é de sol e quando o tempo é de chuva.
 Na expressão das nossas virtudes e na revelação das nossas limitações.
Com elas, experimentamos mais nitidamente a dádiva da troca nesse longo caminho de aprendizado do amor. "


(Ana Jácomo)

.





Nenhum comentário:

Postar um comentário