sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Baú de sonhos;

Aturam minha voz, minha chatice e meus dias incontroláveis de euforia.
Tem uma habilidade esquisita de me amar, me amar do jeito que eu sou e não do jeito em que os outros impõem que eu seja.
Bendito seja esse amigo-amor, amor-amigo, que devolvem as estrelas, o sorriso e a fé.
Que não deixam o coração virar pedra.
A eles deixo de herança um baú de sonhos reinventados,
com todas as minhas melhores lembranças.


I love so much!

Lirian

.



Nenhum comentário:

Postar um comentário