quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Eu te amo não diz tudo;




O cara diz que te ama, então tá. Ele te ama. Sua mulher diz que te ama, então assunto encerrado.
Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas. Mas saber-se amado é uma coisa, sentir-se amado é outra, uma diferença de milhas, um espaço enorme para a angústia instalar-se.
A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e verbalização, apesar de não sonharmos com outra coisa: se o cara beija, transa e diz que me ama, tenha a santa paciência, vou querer que ele faça pacto de sangue também?
Pactos. Acho que é isso.
Não de sangue nem de nada que se possa ver e tocar. É um pacto silencioso que tem a força de manter as coisas enraizadas, um pacto de eternidade, mesmo que o destino um dia venha a dividir o caminho dos dois.
Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando certo, que sugere caminhos para melhorar, que coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida em você, caso você esteja delirando. 'Não seja tão severa consigo mesma, relaxe um pouco. Vou te trazer um cálice de vinho'.
Sentir-se amado é ver que ela lembra de coisas que você contou dois anos atrás, é vê-lá tentar reconciliar você com seu pai, é ver como ela fica triste quando você está triste e como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d´água. 'Lembra que quando eu passei por isso você disse que eu estava dramatizando? Então, chegou sua vez de simplificar as coisas. Vem aqui, tira este sapato.'
Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão. Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente bem-vindo, que se sente inteiro. Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido, que tudo pode ser dito e compreendido. Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo. Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta.
Agora sente-se e escute: eu te amo não diz tudo.



Martha Medeiros

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Seja forte;


Dilacerando felicidades de mentira, desconstruindo tudo o que planejei, abrindo todas as janelas para um mundo deserto.
É você quem sorri, morde o lábio, fala grosso, conta histórias, me tira do sério, faz ares de palhaço, pinta segredos, ilumina o corredor por onde passo todos os dias.



É agora que quero dividir maçãs, achar o fim do arco-íris, pisar sobre estrelas e acordar serena. É para já que preciso contar as descobertas, alisar seu peito, preparar uma massa, sentir seus cílios. “Claro, o dia de amanhã cuidará do dia de amanhã e tudo chegará no tempo exato. Mas e o dia de hoje?”
Não quero saber de medo, paciência, tempo que vai chegar.
 Não negue, apareça. Seja forte.
 Porque é preciso coragem para se arriscar num futuro incerto. Não posso esperar.



Tenho tudo pronto dentro de mim e uma alma que só sabe viver presentes.
Sem esperas, sem amarras, sem receios, sem cobertas, sem sentido, sem passados.
É preciso que você venha nesse exato momento.
 Abandone os antes.
 Chame do que quiser. Mas venha.
 Quero dividir meus erros, loucuras, beijos, chocolates…



Apague minhas interrogações.
Por que estamos tão perto e tão longe?
 Quero acabar com as leis da física, dois corpos ocuparem o mesmo lugar!
Não nego. Tenho um grande medo de ser sozinha.
Não sou pedaço. Mas não me basto.”



Caio Fernando Abreu

.


Arco-íris na cartola;

"Se amanhã o que eu sonhei não for bem aquilo,
eu tiro um arco-íris da cartola.
E refaço. Colo.
 Pinto e bordo.
Porque a força de dentro é maior.
Maior que todo mal que existe no mundo.
Maior que todos os ventos contrários.
É maior porque é do bem.
E nisso, sim, acredito até o fim. "


.

Caio Fernando Abreu

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Palpite;

"Não tenho bons palpites.
Aliás, meus palpites são tão péssimos quanto foram a maioria das minhas escolhas.
A gente paga por ser diferente.
Irracionalmente, incontrolavelmente e sentimentalmente diferente.
Portanto, escolhemos de forma diferente cada pegada deixada no asfalto.
Assim, não palpito sobre mais nada.
 Deixo apenas o coração palpitar."

.


segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Leonardo;

Intimidade é quando a vida da gente relaxa diante de outra vida e respira macio.
Não há porque se defender de coisa alguma nem porque se esforçar para o que quer que seja.
O coração pode espalhar os seus brinquedos.
Cantar a música que cada instante compõe.
Bordar cada encontro com as linhas do seu próprio novelo.
Contar as paisagens que vê enquanto cria o caminho.
Andar descalço, sem medo de ferir os pés.


Ana Jácomo
 
.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A única coisa que eu queria era pôr minha valentia de escrever em tudo.
É um processo de libertação glorioso.
E cá com meus botões, linhas, agulhas e palavras,
tenho no amor minha poça de inspiração.
Amo falar sobre os momentos em que podemos tocar, apalpar, mexer.
Em que tudo paralisa e fica gravado e que eu sei que daqui a alguns ou muitos anos eu vou estar parada e de repente vai surgir aquele gosto de saudade, aquele cheiro de lembrança e, que em tudo isso eu terei um bocadinho de amor para falar em prosa e verso.
São as coisas de que tenho posse sentimental que me fazem realmente feliz: as histórias que ouvi ou li, as lembranças que enraizaram em mim
e as pessoas que amei (e ainda amo muito).
Pois fica registrado em cada verso que eu faço um pouco do amor que tive ou recebi.


Beijos, da Lirian.

.





quinta-feira, 23 de setembro de 2010

O fato é que eu não tenho medo de ser grande.
O fato é que eu não quero ser grande.
Mas tenho uma grandeza real de sentimentos, sentimentos de um Peter Pan às avessas.
Eles sim querem crescer, florescer, dar frutos.
Eu não.
 Quero continuar pequena, criança, invisivelmente sentimental.

Lirian

.

Cadence;

The closer I come to you
the closer I am to finding God
You're a miracle to me

(...)
 
O mais perto que cheguei de você
O mais perto que encontrei Deus
Você é um milagre para mim

(Anberlin)

.

Quero;

Mas eu não quero conforto.
Quero Deus, quero a poesia, quero o perigo autêntico, quero a liberdade, quero a bondade, quero o pecado.

(Admirável Mundo Novo - Aldous Huxley)
 
.
 

Muda o mundo;

"Eu poderia ter o mesmo pai, a mesma mãe, ter frequentado o mesmo colégio e tido os mesmo professores, e seria uma pessoa completamente diferente do que sou se não tivesse lido o que eu li. Foram os livros que me deram consciência da amplitude dos sentimentos.
 Foram os livros que me justificaram como ser humano.
Foram os livros que destruíram um a um meus preconceitos.
 Foram os livros que me deram vontade de viajar. Foram os livros que me tornaram mais tolerante com as diferenças."



(Martha Medeiros)
 
.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Infinita afinidade;

Meu anjo favorito mora numa nuvem de algodão
mora com os outros anjos do céu
mas ele é mais bonito.
E ele olha pra mim todos os dias
tua menina cresceu, não foi?
Mas a saudade dela continua de criança
que ainda não aprendeu a partir.
Me protege e me leve quando eu estiver pronta pra você.
Te carrego no peito e na alma.
Você está no meu mensageiro-dos-ventos, no meu riso, no meu choro infantil de saudade.
Você está no que eu conservei de melhor.
E minha existência ainda se alegra quando eu me lembro de tocar na tua mão calejada, de te acompanhar nas missas de domingo, da ligação infinita de amor que tive com você desde que nasci.
Me espera, que um dia vou te visitar na nuvem de algodão
(prepare teu melhor abraço).

Lirian

.

Vô, obrigada por tudo.

sábado, 18 de setembro de 2010

Pessoas que nos devolvem;

"Algumas pessoas se destacam para nós (...)
 Não importa quando as encontramos no nosso caminho.
Parece que estão na nossa vida desde sempre e que mesmo depois dela permanecerão conosco.
É tão rico compartilhar a jornada com elas que nos surpreende lembrar de que houve um tempo em que ainda não sabíamos que existiam.
É até possível que tenhamos sentido saudade mesmo antes de conhecê-las.
 O que sentimos vibra além dos papéis, das afinidades, da roupa de gente que usam.
Transcende a forma.
Remete à essência.
Toca o que a gente não vê. O que não passa.
O que é (...)
 Com elas, o coração da gente descansa.
Nós nos sentimos em casa, descalços, vestidos de nós mesmos.
O afeto flui com facilidade rara. Somos aceitos, amados, bem-vindos, quando o tempo é de sol e quando o tempo é de chuva.
 Na expressão das nossas virtudes e na revelação das nossas limitações.
Com elas, experimentamos mais nitidamente a dádiva da troca nesse longo caminho de aprendizado do amor. "


(Ana Jácomo)

.





terça-feira, 14 de setembro de 2010

Eu desejo, eu desejo;

Desejo que haja cumplicidade.
Que o entendimento aconteça no olhar.
Que as palavras sejam estilingues e não pedras.
Desejo que haja tolerância e muita paciência.
Que os defeitos de um, não machuquem o outro.
Que as qualidades de um, não ofusquem o outro.
Desejo que o tempo seja generoso
Que os dias passem em paz.
Que as noites sejam de festa.
Desejo que a a rotina não seja cruel
Que a paixão seja sempre descoberta.
Que o abraço seja sempre conforto.
Desejo que as vontades caminhem de mãos dadas
Que as diferenças e distâncias só sirvam para aproximar.
E que a fé no amor, seja salvação para todos os dias."



(Briza Mulatinho)
 
.
 

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Baú de sonhos;

Aturam minha voz, minha chatice e meus dias incontroláveis de euforia.
Tem uma habilidade esquisita de me amar, me amar do jeito que eu sou e não do jeito em que os outros impõem que eu seja.
Bendito seja esse amigo-amor, amor-amigo, que devolvem as estrelas, o sorriso e a fé.
Que não deixam o coração virar pedra.
A eles deixo de herança um baú de sonhos reinventados,
com todas as minhas melhores lembranças.


I love so much!

Lirian

.



Porção de coisas;


Há uma porção de coisas minhas que você não sabe, e que precisaria saber para compreender todas as vezes que fugi de você e voltei e tornei a fugir.
 São coisas difíceis de serem contadas,
 mais difíceis talvez de serem compreendidas — se um dia a gente se encontrar de novo,
em amor, eu direi delas, caso contrário não será preciso.
 Essas coisas não pedem resposta nem ressonância alguma em você: eu só queria que você soubesse do muito amor e ternura que eu tinha — e tenho — pra você.
Acho que é bom a gente saber que existe desse jeito em alguém, como você existe em mim.


 

Caio Fernando Abreu
 
.
 

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Lindo;

E chegou colorindo onde tudo antes foi preto e branco.
Pintou meus vestidos, meus discos, meus sorrisos e meus poemas.
Pintou e bordou um céu todo azul dentro de mim

Lirian

.

(Obrigado pela imagem, Jhi!)

Sunday morning rain is falling;

A felicidade pode até ser utopia.
Mas o amor não é.


Lirian

.




quinta-feira, 2 de setembro de 2010

"Ela sabia que precisava dele.
 Pelo menos naquela noite chuvosa e sem grandes esperanças.
 Mas tinha medo da compulsão.
De querer ele sempre e sempre e pra sempre.
E amanhã e depois. E de dia, e tarde, de madrugada.
 E não saber digerir tanto amor e tanto amor acabar lhe fazendo mal.
Só mais um pouquinho, pensou.
Uma lasquinha. Pra dormir feliz.
 Amanhã era amanhã. Depois ela resolvia..."



(Tati Bernardi)
 
.
 

Para a minha princesinha;

"Seja o que for - pensou - uma coisa não se altera. Se eu for uma princesa esfarrapada, posso ser uma princesa por dentro.
Seria fácil ser princesa vestida de ouro, mas é um triunfo muito maior ser uma princesa o tempo todo, sem ninguém saber.
Quando Maria Antonieta estava na prisão, tinha perdido o trono, ficara de cabelo branco e só tinha um camisolão branco para vestir, todos a insultavam, mas ela era muito mais rainha do que quando tinha tudo.
 Pelo menos, para mim
 As multidões que gritaram não a assustaram.
Ela era mais forte do que eles, mesmo quando lhe cortaram a cabeça."

(Frances Hodgson Burnett)

Amêndoa, América, Amizade, Amanda :D


.