sexta-feira, 11 de junho de 2010

Poeticamente incorreta;

"Não culpem Deus, os meus pais, a minha religião ou o infinito.
Fui eu quem quis fazer tudo errado."


Lih

.


Nenhum comentário:

Postar um comentário