segunda-feira, 24 de maio de 2010

(Im)perfeição;


"Tem gente que passa a vida em busca dessa vasta e complexa (e burra, burra sim!)
 ideia (no meu mundo perfeito, por exemplo, ideia voltaria a ter acento) de perfeição.
Eu não, confesso.
Gosto mesmo dos defeitos, dos doces pecados perdoáveis.
Cada defeito carrega em si uma marca, um aviso.
 É o que nos torna diferentes, interessantes.
A perfeição nos transforma em seres iguais, equivalentes, monocromáticos.
Chato pensar em todo mundo inteligente, perfeitinho, bonitinho, arrumadinho.
Não?
Aquilo que nos torna mais humanos é o que nos torna mais divinos."

Lirian

.

P.siu: um beijo para Luana

.


Um comentário:

  1. pelo visto não, a luana não leu o que você esreveu pra ela

    ResponderExcluir