quinta-feira, 8 de abril de 2010

Ou;


"E eu desejei essa força nova, essa vontade nova de mundo, pra me sentir por perto.
De mim.
 Como olhar os filamentos de uma lâmpada e ver todo um arco-íris. Eu desejei tê-lo na palma da minha mão.
Eu desejei e desejo. Coisas boas pra nunca esquecer, coisas ruins para fortificar e coisas mornas. Não, não quero nada morno aqui.
Ou é paixão ou não é nada."




Lirian Galinari

.


Nenhum comentário:

Postar um comentário