domingo, 31 de janeiro de 2010

Lisbela e o prisioneiro;

"O amor me chamou pra um outro lado e eu fui atrás dele. Eu pensei que se eu não fosse, a minha vida inteira ia ser assim. Vida de tristeza, vida de quem quis de corpo e alma e mesmo assim não fez. Daí eu fui. Eu fui e vou, toda vez que o amor me chamar, vocês entendem? Como um cachorrinho, mas coroada como uma rainha".



p.siu: faz bem para os olhos e para o coração


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário