quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Querido Papai Noel;


Todo ano é a mesma coisa. Família reunida, beijo em parente que você não vê a séculos (ou nunca viu mesmo), todo mundo se ama, aquela falsidade...mas cadê os presentes?
Não que eu seja consumista, longe de mim! Mas ó, eu mereço, poxa! Já desisti dos meus pais, então tenho que apelar pra você...
Sério, fui uma menina tão boazinha :)
Tirei notas boas, não briguei com os meus pais, não maltratei os animais (tá vendo Lucas, eu falo de você no blog!), fui legal com gente babaca e quase não falei mal de ninguém. Acho que mereço um presente!
Não precisa ser nada muito grande ou muito caro, um carro, uma mansão, um tanque de guerra, o Chuck Bass (haha)... Até o novo livro da Cecily von Ziegesar, da série IT GIRL, eu tô aceitando (já que não consegui fazer o download pela internet mesmo).
Pensa bem, eu podia estar matando, eu podia estar roubando, eu podia estar me prostituindo ou ser corintiana, mas não... NÃO!
Tô aqui numa boa, fazendo esse singelo pedido.
Te espero a meia-noite pra pegar os presentes, já que aqui em casa não tem chaminé.

Atenciosamente,
Lirian :)

Um comentário: